DESFILE DAS MÚMIAS REAIS

Alguns dos mais importantes personagens da História do Egito tiveram seus corpos preservados.  São praticamente quatro dinastias de seu passado que tem os corpos de seus Reis conservados na forma de múmias.  Algumas dessas múmias poderão ser vistas circulando pelo Cairo. 

Segundo o historiador Claudio Prado De Mello, no  dia 03 de Abril será feito o translado dos corpos desses Reis e Rainhas , que vão ser instalados no novo Museu em Fustat. O Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito anunciou que o tão aguardado desfile das 22 múmias reais que serão transferidas do Museu Egípcio na Praça Tahrir, no Cairo, para sua nova exibição permanente no Museu Nacional da Civilização Egípcia de Fustat. 

As múmias reais pertencem a 17a, 18a, 19a e 20a dinastias, e incluem 18 múmias de faraós e quatro rainhas. As múmias incluem as dos Faraós: Ramsés II; Ramsés IX; Ramsés VI; Ramsés V; Seti I; Seqenenre; e Tutmose III. As rainhas que serão transferidas são: Hatshepsut; Meritamun, a esposa do rei Amenhotep I; e Ahmose Nefertari, esposa do rei Ahmose.

As múmias serão transferidas em carros especialmente construídos para a procissão, com o logotipo e o nome da múmia real presente no carro em árabe, inglês, além de hieróglifos. Carruagens de guerra, também feitas especialmente para a ocasião, estarão presentes dos dois lados da estrada durante o desfile, junto com cavalos.

Antes do início do desfile, será realizada uma salva de 21 tiros em homenagem aos antigos governantes e para sinalizar a saída dos carros, um após o outro, do portão principal do museu. Eles se moverão em uma forma circular na própria Praça Tahrir e girarão em torno do obelisco que agora está no centro da praça. Ao mesmo tempo, o obelisco e os edifícios ao seu redor serão iluminados para a ocasião, antes de ver a procissão correr ao longo das margens do Rio Nilo. O caminho da procissão inclui oito pontos, os mais importantes dos quais são a Praça Tahrir e o Lago Ain Sira. A cerimônia e o desfile serão transmitidos, com telas de TV montadas para serem colocadas nas ruas.

O Ministro do Turismo e Antiguidades, Khaled El-Anani, disse em entrevista à mídia local, que a procissão de múmias reais levará aproximadamente 40 minutos. Toda a cerimônia, porém, terá duração de 90 minutos, já que haverá atividades antes e depois da procissão. E também apelou aos interessados ​​em assistir à procissão a fazê-lo do conforto das suas casas, devido à nova pandemia do coronavírus (COVID-19).

“Queremos que o mundo veja a beleza da civilização egípcia, com a procissão marcada para ser deslumbrante, diferente de qualquer outra festa, e entre as mais belas celebrações que os povos do mundo verão”, segundo El-Anani, “ Tudo começará no escuro, então um prédio após o outro será aceso, e as luzes da Praça Tahrir, do lago e do coro estarão cantando na língua do Egito Antigo. ”

As múmias chegarão à sua exposição permanente no Museu Nacional da Civilização Egípcia no final do desfile, para se instalarem em um salão dedicado chamado Galeria Real das Múmias. Haverá também um conjunto de radiografias presentes, cada uma contando a história dos reis e rainhas presentes na galeria.

2 comentários em “DESFILE DAS MÚMIAS REAIS

  1. Marina Fernandes Lopez Responder

    IMPERDÍVEL! Belíssima homenagem aos grandes Faraós e rainhas Egito antigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.