Osíris: o mais poderoso dos deuses

Para os antigos egípcios o mundo estava cheio de deuses. Sem dúvida, para eles nada era inanimado, havia uma alma...
Read More

O pilar de Osiris – Comentários breves por Maria Luiza Cestari

Margaret Bakos, historiadora conceituada e egiptóloga decana, tendo como foco no seu trabalho de pesquisa o Egito antigo, amplia nesta...
Read More

O Cotidiano dos Operários Faraônicos

Na linguagem comum, o termo cotidiano significa "o que se faz ou sucede todos os dias''.   Ao longo da História...
Read More

Lançamento um novo livro: O pilar de Osíris

Margaret Marchiori Bakos Dia 11 de novembro, a partir das 17h, na Feira do Livro de Porto Alegre, estarei lançando...
Read More

A NOÇÃO DE ESPACIALIDADE DOS EGÍPCIOS ANTIGOS

Os egípcios nunca reivindicaram um termo especial para designar o seu próprio país. Eles se contentavam com a designação de...
Read More

A MULHER QUE OUSOU SER REI

Sabe-se que os faraós eram divinizados por meio de rituais, especi­ficamente realizados para esse fim, no ato de sua coroação,...
Read More

British Museum em Londres publica o primeiro visual 3D on-line da Rosetta dos Ventos

Foto:
British Museum

Você não precisa mais visitar o British Museum em Londres para ver a Rosetta Stone em detalhes. Na semana passada, o museu publicou o primeiro visual 3D  on-line da famosa laje de pedra que contem o mesmo texto em duas escritas: hieróglifos (em hierático) e o grego.

A pedra de Rosetta é um dos artefatos mais importantes da civilização antiga, mas não era muito importante quando foi inscrito pela primeira vez em 196 a.C – uma das várias cópias de um decreto afirmando que um sacerdote de um determinado templo apoiou o rei Ptolomeu V pelo bem Da isenção de impostos. Quando esses templos pagãos foram fechados no século V, o conhecimento dos hieróglifos egípcios foi perdido, até que a pedra foi descoberta em 1799 e os scripts foram decifrados duas décadas depois por François Champollion.

A pedra em 3D pode ser admirada no site https://www.digitaltrends.com/cool-tech/3d-scan-rosetta-stone/

Um pouquinho sobre o blog Rosetta dos Ventos

Com a intenção de dividir a paixão que tem, desde pequenina, pela História da humanidade, assim como das coisas eternas e, também, dos “causos” do dia a dia, Margaret Bakos criou o blog Rosetta dos Ventos. A historiadora quer dividir a paixão pela vida e os frutos de pesquisas deliciosas, através das viagens que realizadas e os inúmeros textos que publicou.

O Blog também tem como intuito guiar e informar alunos e acadêmicos, assim como pessoas interessadas em egiptologia e egiptomania.

Um pouquinho sobre o Egito

O país possui uma das histórias mais longas entre todos os Estados modernos, tendo sido continuamente habitado desde o 10º milênio a.C. Sabe-se que o Egito possui uma importância fundamental para a história da humanidade, tanto no sentido de história da cultura, deuses, crenças e tesouros, como no sentido de construções, arquiteturas, monumentos e patrimônios mundiais da UNESCO.

Sabendo disso, o blog Rosetta dos Ventos tem o intuito de trazer um pouquinho da história do norte africano para seus leitores e apaixonados pelo país. Confira abaixo algumas das fotos autorais de Margaret Bakos em uma de suas viagens para o Egito: